Resenha As Batidas perdidas do coração

00:08

As Batidas Perdidas do Coração
Título: As batidas perdidas do Coração
Autor: Bianca Briones
Editora: Verus
Ano: 2014
Páginas: 406

Nota: 3/5
Viviane acaba de perder o pai. Com a mãe em depressão, ela se vê obrigada a assumir o controle da casa com o irmão mais novo. Rafael teve o pai assassinado há alguns anos e agora viu quatro pessoas de sua família, incluindo a única irmã, morrerem em um acidente de carro. Viviane pertence a uma classe social que ele despreza. Rafael é tudo o que ela sempre ouviu que deveria evitar. Eles são opostos, porém dividem a mesma dor. Jamais se aproximariam se a morte não os colocasse frente a frente, e agora, por mais que saibam que são completamente errados um para o outro, não conseguem evitar uma intensa conexão, que poderá salvá-los ou condená-los para sempre.As batidas perdidas do coração é uma história sobre perdas e como cada um lida com elas. É o encontro atormentado entre a dor e o amor. Com uma narrativa sexy, envolvente e repleta de música, este livro traz a última tentativa de duas pessoas arruinadas que, juntas, buscam desesperadamente se encontrar.


Rafael tem um segredo na qual apenas seu primo e amigo Lucas sabe. No dia em que ele perdeu as pessoas mais importantes de sua vida em um acidente e percebeu que sua única família agora era sua mãe e seu primo/amigo ele começou a usar drogas.
Viviane é totalmente o contrário: uma patricinha cheia da grana. Porém, eles tem algo em comum: os dois perderam parentes muito próximos. A única diferença é que ela soube controlar a dor, ele não.
Triste e envolvente os dois acabam criando um laço muito forte na qual todos entendem: eles sabem o que é perder alguém a ponto de seu coração não conseguir mais aguentar, na qual a saída pode lhe custar muito caro.
Desde que o pai de Viviane morreu, sua mãe não é mais a mesmo. Acabou entrando em uma depressão profunda na qual nem conseguia sair do quarto.
O destino apronta muitas coisas.
O romance quase por imediato que se cria entre os personagens principais é super envolvente. Embora que para isto, eles pagam o preço do que é amar alguém tão diferente.
O conflito real começa quando Vivi tenta salvar seu único amor da mais triste e cruel  realidade: As drogas.
Mas será que Rafael está preparado para essas mudanças? Muito pouco provável alguém tão diferente se entregar a um romance avassalador no qual dois mundos opostos criam uma conexão maravilhosamente bela.

 '' O tempo é capaz de desfocar as nossas dores e nos distrair com a vida que segue, mas a dor nunca some por completo. Nós a colocamos em um arquivo do coração e evitamos mexer nela.''


Embora eu os tenha achado bem cativantes, acho que a maneira como a autora os escreveu me fez ficar um pouco distantes deles. Um dos meus maiores problemas foram em relação a maneira como os personagens se entregam de tal maneira um ao outro e em como as opiniões mudam sem ser explicadas o motivo disto.
A sequência de As batidas perdidas do coração vai contar a história de Bernardo e Clara (dois amigos de Viviane). Justo os que eu menos gostei. Portanto não vou dar continuidade a esta série da Bianca.
 ''E agora, enquanto ela ressona baixinho, sou  cara mais feliz do mundo. Sexualmente frustrado e com uma puta dor no saco, mas feliz.''
O livro é lindo e o título é super bem explicado ao longo do enredo, o que me fez apegar um pouco mais a história. Quanto a escrita da autora, não foram uma das melhores que eu já li. 
Todos que acompanham o blog sabem sobre o meu amor eterno com a Trilogia Belo Desastre e é impossível não fazer uma comparação com a história. 
E um dos meus maiores problemas foram em relação de ter trechos de Belo Desastre na cena do Rafael e da Viviane, escritos da mesma forma.
Outra coisa que deu para notar foi o famoso ''Ok, Ok.'' 
Posso estar sendo bem chata em relação a isto, mas estes foram detalhes que me incomodaram bastante.

Sabe aquele livro em que você criou expectativas e não foram devidamente supridas? Me sinto assim com As Batidas Perdidas do Coração.
Acho que a autora pegou um tema muito complicado de ser explorado e por tal motivo não conseguiu expressar toda sua ideia a respeito da vida e da real situação do personagem principal em questão. Eu já li livros muito melhores, tanto nacionais ou estrangeiros. Mas a leitura não foi de todo ruim.
Não vou jogar pedra na autora, já que nunca li nada com assuntos tão pesados quanto este e eu sei que foi uma aposta muito difícil. Mas infelizmente a história não conseguiu me animar tanto a ponto de ler a continuação.
Enfim, espero de verdade que vocês não me matem por ter dado esta nota, já que vi que este livro é ''queridinho'' de muitos leitores.
E agora eu quero saber de vocês, o que acharam deste livro?

Confira também

8 comentários

  1. Meu "queridinho" mesmo <3 Ainda não entendo como você não gostou, eu super amei ele! Chorei demais no final! Também não gostei muito do Rafael e da Viviane, acho que por não falar muito deles no primeiro livro, mas gostei do segundo livro tanto quanto O descompasso infinito do coração! c:

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lai... Como eu disse não é que eu não tenha gostado, simplesmente acho que a autora não explorou tudo muito bem. Acho que você quis dizer que não gostou muito do Bernardo e da Clara né?
      Muito provável que eu não vá ler O descompasso infinito do coração, mas quem sabe eu dou uma oportunidade!
      Beijos!

      Excluir
  2. Rebecca!! Tá lindo o novo layout do blog!!!

    E esse livro parece tão lindo, mas nunca criei nenhum tipo de expectativa sobre ele, só pra ter ideia... é a primeira resenha dele que leio kkkkkk Poréeeeem, ela a a Carina são duas autoras nacionais que tenho muita curiosidade para ler!!

    Bjaooo

    ResponderExcluir
  3. Oi Becca! Adorei o novo lá outro do blog! Eu já ouvi falar muito sobre este livro, e ele está preso na minha wishlist, hueheuehhehe. Adorei a resenha Em um posto li o porque do título, e eu achei a explicação linda! Beijos.

    Http://heyeuamolivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi Becca!
    Sabe, eu li este livro meio que por causa de Belo Desastre. Só que quando eu li, vi que não era bem aquilo que eu imaginava e acabei não gostando tanto.
    Beijocas!

    ResponderExcluir
  5. Eu já tinha visto essa capa nas livrarias onlines da vida, mas assim que comecei ler a resenha, e depois essa de "puta dor no saco" foi tão Irmãos Maddox que já desanimou. kkk, quando eu vejo alguma frase da Jamie em algum outro livro eu fico louca. Belo Desastre: O melhor Ever

    ResponderExcluir
  6. Bom o tema é realmente interessante, acho que todos que perderam alguem especial se interessou em lê-lo, apesar de você não ter gostado me chamou bastante atenção, curiosa aqui c:

    ResponderExcluir